domingo, 27 de julho de 2014

A Vida é Muito para Ser Insignificante

A Vida é Muito para Ser Insignificante



Já perdoei erros quase imperdoáveis,
Tentei substituir pessoas insubstituíveis e esquecer pessoas inesquecíveis.
Já fiz coisas por impulso,
Já me decepcionei com pessoas quando nunca pensei me decepcionar, mas também já decepcionei alguém.

Já abracei pra proteger,
Já dei risada quando não podia,
Já fiz amigos eternos,
Já amei e fui amado, mas também já fui rejeitado,
Já fui amado e não soube amar.

Já gritei e pulei de tanta felicidade,
Já vivi de amor e fiz juras eternas, mas "quebrei a cara" muitas vezes!
Já chorei ouvindo música e vendo fotos,
Já liguei só pra escutar uma voz,
Já me apaixonei por um sorriso,

Já pensei que fosse morrer de tanta saudade 
e......tive medo de perder alguém especial
 (e acabei perdendo) Mas sobrevivi!

E ainda vivo!
Não passo pela vida...
e você também não deveria passar. Viva!

Bom mesmo é ir a luta com determinação,
Abraçar a vida e viver com paixão,
Perder com classe e vencer com ousadia,
Porque o mundo pertence a quem se atreve
e A VIDA É MUITO para ser insignificante.


(Charles Chaplin)

sábado, 26 de julho de 2014

Reflexão de hoje: A lição do ratinho…

 Um rato, olhando pelo buraco na parede, vê o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote. Pensou logo no tipo de comida que haveria ali. Ao descobrir que era uma ratoeira ficou aterrorizado. 

Correu ao pátio da fazenda advertindo a todos: - Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira na casa !! A galinha disse: - Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que isso seja um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em nada, não me incomoda. O rato foi até o porco e disse: - Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira ! - Desculpe-me Sr. Rato, disse o porco, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser orar. Fique tranqüilo que o Sr. Será lembrado nas minhas orações. O rato dirigiu-se à vaca. E ela lhe disse: - O que? Uma ratoeira? Por acaso estou em perigo? Acho que não! Então o rato voltou para casa abatido, para encarar a ratoeira.

 Naquela noite ouviu-se um barulho, como o da ratoeira pegando sua vítima. A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia pego. No escuro, ela não viu que a ratoeira havia pego a cauda de uma cobra venenosa. E a cobra picou a mulher… O fazendeiro a levou imediatamente ao hospital. Ela voltou com febre. Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja de galinha. O fazendeiro pegou seu cutelo e foi providenciar o ingrediente principal. Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la. Para alimentá-los, o fazendeiro matou o porco. A mulher não melhorou e acabou morrendo. Muita gente veio para o funeral. O fazendeiro então sacrificou a vaca, para alimentar todo aquele povo.


Moral da História: Na próxima vez que você ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o problema não lhe diz respeito, lembre-se que quando há uma ratoeira na casa, toda fazenda corre risco. O problema de um é problema de todos! " Nós aprendemos a voar como os pássaros, a nadar como os peixes, mas ainda não aprendemos a conviver como irmãos

Laura Gusman homenageia seus avós


Avós maternos, pais de Luciana e paternos pais de magnus,  Maurício e Aparecida Gusman

Homenagem aos avós

Homenageamos na data deste 26 de julho, alguns amigos reais e virtuais que como eu, possuem a felicidade e bênção de Deus de podermos curtir os filhos de nossos filhos.


Casal destaque


Um destaque especial para o simpático casal Patricia Placides com seu esposo, exibindo um lindo look no enlace de Luisa e Tadeu.

Agradecer é preciso: Jornal Muriaé


O meu obrigada ao "Jornal Muriaé" na pessoa da jornalista Andréa Oliveira, pela linda homenagem prestada aos avós... E eu, estou lá sendo citada no meio!... 



VALEU ANDRÉA...OBRIGADA!!! 

O texto completo e as homenagens a mais avós você pode apreciar adquirindo o jornal  e também  acessando o site clicando aqui.

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Sorrisos da Semana

Quem sorri para a vida pinta na alma suspiros de paz, enche oceanos de alegrias e entende a melodia da existência. Sorrir liberta a alma e traz leveza ao coração! O sorriso é o troféu que acompanha nossas vitórias e nos coloca em sintonia com o infinito:
 Ao sorriso de vocês , a minha homenagem:

 Adriana                                        Ana Palmira

  Ana Paula                                                Andréa

 Beatriz                                                      Elizabete

Carolina                                                Conceição 

Cristina                                                             Glaydes 

 Inês                                              Lucilene

 Auxiliadora                                                     Marcela

 Maria Célia                                            Monalisa

 Ricarda                                                       Silmara

Vanêssa                                                        Zezé